Skip to main content

ALBERTA I: Cenários de contos de fadas – LAKE LOUISE

Seguindo viagem, rumamos para a província a leste de BC, chamada ALBERTA. O nome se deve a uma homenagem a uma jovem nobre inglesa do século 19.
Alberta é uma província que fica entre as Montanhas Rochosas e uma grande planície que se estende até Manitoba, o que faz com que Alberta seja uma das mais belas províncias do país. Perto da divisa com BC, as Montanhas Rochosas formam cenários que, eu particularmente, acredito serem um dos mais lindos do planeta ( e eu já visitei 26 países em 4 continentes!). O ponto alto é sem dúvida os parques nacionais de Banff e de Jasper, ambos próximos à cidade de Calgary.
No parque nacional de Banff estão os lagos de Lake Louise e Lake Moraine, um bem perto do outro.
Se você me perguntasse: ” onde no Canadá eu tenho que visitar se tiver tempo de ir a um ponto turístico apenas?”, eu diria sem medo de errar: Vá a Alberta, aos lagos Louise e Morraine.
Vejamos por que?

Antes de mais nada, disponibilizo algumas fotos pessoais de minha visita a Lake Louise (uma das várias que fiz), na primavera, ideal para se visitar, pois o lago está vivo, a fauna acordou, a flora é abundante e faz um “friozinho” gostoso que te permite passear à pé pela região.

Lago Lake Louise, na primavera.

.

Primavera nas Montanhas Rochosas

É possível passar o dia nos lagos tanto via transporte público saindo da cidade de Banff ou ficar por lá uma ou duas noites, o que eu ALTAMENTE recomendo. Logo ao chegar, o pensamento que vem à mente é algo como se estivéssemos em uma fábula de O Senhor dos Anéis ou algo do tipo. É realmente mágico. Além dos lagos, há muitas trilhas não-planas, se você gosta de caminhadas. Para se hospedar no lago propriamente dito, a única opçāo é o hotel-palácio da rede Fairmont. É caro? É. Mas é caríssimo?? Não. É um hotel-resort em um castelo de frente para uns dos lagos mais lindos do mundo. Pronto, você já entendeu. Vale a pena passar ao menos uma noite por lá? VALE! Se você puder ficar ao menos uma noitezinha no hotel, vale a pena, sem dúvida. Eu passei várias noites em diferentes estações, mas nāo é necessário e, no inverno, se você nāo quiser patinar no lago, nāo aconselho, pois além dos lagos todos estarem congelados, a fauna some e é muitoooooo frio!

foto da janela do quarto do hotel.

.

Vista da janela do café do hotel. Mesmo se você nāo for hóspede, faça um lanche aqui! Um café e um donut sai por $7

O lago Morraine, ao lado do lake louise, é igualmente lindo mas infelizmente nāo podemos chegar de transporte público. Apenas de carro (caronas sāo comuns e fazem parte da cultura canadense) ou à pé, se você tiver fôlego! Há hospedagem por lá mas sāo salgadas. Claro que valem a pena mas se eu fosse escolher, ficaria no Fairmont Lake Louise. Mas calma! Há opções baratas! Na pequena e aconchegante cidadezinha d Lake Louise, há o excelente Albergue da Juventude Lake Louise Alpine Centre. Mas atençāo! A média de idade gira em torno de 18-25 anos em média e há sempre músicas e os hóspedes nāo sāo exatamente “monges”, entāo, espere algum barulho. A parte boa é que a diária custa CAD 32 para uma cama no dormitório para membros do IYHA. Se você nāo for sócio, pode se filiar lá na hora. Para chegar ao lago de lá, há um ônibus municipal sem muita frequência. Claro o ideal é ir com seu carro alugado em Calgary ou Banff ou mesmo de carona.

Lake Louise

.

A primavera é a melhor época para se ir a Lake Louise, em Alberta.

Alberto Escosteguy

Deixe uma resposta