Skip to main content

Diversidade: A grande vantagem do Canadá

Como dissemos no post anterior, a segurança é algo que por si só já me faria escolher o Canadá para viver. Saber que seu filho vai à escola sozinho e volta sozinho e se ele se atrasar nāo é porque foi assaltado, agredido ou coisa pior. Deve estar na casa dos amiguinhos. e você sabe disso. Essas coisas nāo se mesuram em números: elas constroem o que se chama felicidade.

Porém, além da segurança, o respeito à diversidade é algo que também me faria escolher o Canadá. Aproveitando que junho é o mês do Orgulho LGBTQ-A (Lésbicas, Gays, Bisexuais, Trans*, Queer e Aliados (Heteros que apóiam a igualdade no mundo (civilizado) inteiro)), resolvi dedicar um post a este tema.

Quando se fala em diversidade, logo vem à mente a questāo LGBTQ-A, Sim, isso é verdade. O Canadá é sem nenhuma dúvida o MELHOR país do planeta para os LGBTQ-A. Em nenhum outro lugar seus direitos sāo tāo respeitados e levados tāo a sério quanto aqui. Só no Canada (e na Holanda em ALGUNS anos apenas) a P-FLAG (aquela bandeira de arco-iris) é hasteada no parlamento federal e em todas as autarquias públicas do país. É o único lugar onde as maiores universidades e umas das melhores do mundo, como a University of Toronto, exibe a P-Flag durante todo mês de junho em sua reitoria e nos campi onde há atividades esportivas. É o único país onde duas pessoas do mesmo sexo podem imigrar como família, MESMO NENHUMA DELAS SENDO CANADENSE.

Sim, isso tudo é verdade.

Mas se você passou por este post e pensou: “ah, que legal, mas nāo é meu caso”.

Aconselho você botar as barbinhas de molho e ler este post, pois TAMBÉM é seu caso.

Por uma única razāo: você é o que se chama no Canadá de MINORIA VISÍVEL. Isto é, sua diferença em relaçāo à maioria da populaçāo é… visível. Seja por você nāo ser branco (Isso mesmo! A nāo ser que você seja das colônias européias do sul do Brasil e seus pais falem dialeto vêneto, polonês ou alemāo com você em casa, sinto muito, mas no hemisfério norte você NĀO é branco), seja por você falar inglês e/ou francês com um sotaque fortíssimo, seja por que razāo for.

VOCÊ É BENEFICIADO PELO RESPEITO À DIVERSIDADE. E ISSO TE DIZ RESPEITO. Nem que seja por você, no Canadá, ser um “gringo”.

A diversidade é uma questāo muito séria neste país. Racismo é algo que a populaçāo (e a polícia !) tem ZERO tolerância. Tente falar mal em público de muçulmanos, negros, latinos, gays etc. Você terá o privilégio de conhecer a outra face do canadense: a INTOLERÂNCIA à babaquice.

Em qualquer oferta de emprego, os grupos de minorias visíveis sāo muito encorajados a se candidatar. Na universidade há bolsas de estudos voltadas exclusivamente às minorias visíveis, incluindo os LGBTQ.

Qualquer mençāo a sua raça, religiāo, orientaçāo sexual, cor e deficiência física ou mental que tenha te ofendido é levado muito a sério em sua empresa, no seu condomínio, na rua ou em qualquer lugar. A puniçāo é rápida e eficiente.

Um bom exemplo foi uma mulher caucasiana que, esta semana, (junho/2017), perto de Toronto, esbravejou na recepçāo de uma clínica médica que queria um “médico branco que falasse inglês” para atender seu filho. Um canadense indignado filmou a cena. Na filmagem vê-se o espanto das pessoas, incrédulas. Até que outra mulher se aproxima e diz: “o problema nāo é o médico. O problema é você e seu filho, coitado, que tem uma mãe dessas. Você vai é para a cadeia, isso sim”. Rapidamente a mulher racista, que nāo é boba… sumiu.

Este é o Canadá. E viva a diversidade!


Alberto Escosteguy

Deixe uma resposta