Skip to main content

Lanterna Toolmix bivolt recarregável

Sim, você precisa de uma boa lanterna. Muitas opções de voluntariado, ou mesmo de viagens exóticas, envolvem um contato amplo e direto com a natureza. E, não sei você, mas eu não fico nem um pouco confortável no escuro, em qualquer lugar que não seja a minha casa. Uma boa lanterna deve:

  • ser recarregável. Pilhas e baterias são caras;
  • ser de LED. A tecnologia é moderna, barata, leve e com bom desempenho;
  • ser bivolt. Nem todo lugar tem a mesma voltagem de nossas casas;
  • iluminar bem;
  • ter a bateria durável;

Indicamos a lanterna Toolmix porque esta possui todas as características acima. Pode ser usada durante 8 horas na luz máxima, ou 16 horas na posição econômica. Seu facho é do tipo farol, e seus 3 LEDs garantem a tranqüilidade do viajante aventureiro.


Luciano Boiteux

crédito: Shutterstock

Mochila Militar Invictus Assault

crédito: Shutterstock

Quando vamos passear no parque ou andar na rua, escolhemos nossas mochilas normalmente usando o critério estético. É bonita, está na moda, tem compartimento para notebook?

Se vamos, porém, a uma aventura, fazer uma viagem na qual a mochila será a centralizadora de nossa água, nossas provisões, das nossas poucas peças de roupa (que devem se manter secas) e de nossos equipamentos (Alberto Escosteguy – nosso viajante –  já teve até que carregar spray contra ursos, no Pólo Norte), e ficará em nossas costas durante dias, semanas e até meses, esta deve ter características diferenciadas:

  • ser leve, prática e confortável;
  • ser impermeável;
  • ter muitos compartimentos;
  • ser discreta e, se possível, de cor neutra em relação aos locais da aventura;
  • ter costuras reforçadas, para não nos deixar na mão;
  • possuir boas correias e cintos de fixação ao corpo;
  • acomodar refil de hidratação;

A marca recomendada é a INVICTUS, que desenvolve mochilas para uso tático (militar ou civil) e para esportes de aventura. Os modelos custam algo entre R$ 180 e R$ 300.


Luciano Boiteux