Skip to main content

Após a tempestade, vem a bonanza

Alberto Escosteguy viajou para o Canadá, e de lá rumou para Singapura, fazendo escala em Manila, conforme noticiamos aqui no MONDO BLU há alguns dias. Não conseguiu, porém, entrar em Singapura. Teve a entrada negada e permaneceu detido na imigração por 6 horas, e esperando por 3 dias, até ser enviado de volta ao Canadá.

A princípio não entendeu o motivo da detenção, mas após pensar um pouco, teve a certeza de que a sua maneira de viajar foi determinante para a negativa de entrada. Não tinha uma passagem de volta e nem um centavo do dinheiro local. E também não sabia exatamente qual rumo seguiria a partir da entrada em Singapura.

Fica a dica: não faça o que Alberto fez!

Alberto é, antes de tudo, um aventureiro, e como tal, resolveu viver intensamente o momento. Não optou por ficar em um quarto (10 dólares a diária), preferindo conviver com outras pessoas na mesma situação e documentar o que via. Uma família alemã, outra africana… Filmou, fotografou (mostraremos em outro post), enfim, pôde entender como “a coisa” funciona.

Voltou para Vancouver, sua base operacional, e após receber convites para ir para Singapura (ficou amigo do oficial da imigração e sabe que não há nenhuma anotação que o impeça de voltar), Bali e para o norte do Canadá, se voluntariar em um criadouro de cães de trenó, aprender a adestrá-los e a manusear um trenó de corrida.

Assistir novamente (Alberto já teve essa experiência) ao sol da meia noite e ao dia de 24 horas é um convite irrecusável?

Acho que sim…


Luciano Boiteux

Voluntariado no norte do Canadá – Blanford Lake

Vamos adiante com as experiências de voluntariado no Canada. Você prefere algo menos urbano? Bem menos? E mais aventura? Bem mais?? Ok, I got it! Ja que estamos no oeste, vamos subir ao norte. Bem ao norte! não, ainda não chegou. Sobe mais! Mais!!
Pronto! Chegamos ao Northwest Territories, norte do Canada.. e do mundo (http://spectacularnwt.com).

Estamos na fronteira do CIRCULO POLAR ÁRTICO, no resort chamado Blanchford Lake Resort (http:// www.blachfordlakelodge.com). Aqui só se chega de hidro-avião no verão. No inverno, ou você não chega ou vai de “snowmobile”. Mas é frio!

Chegamos aqui em maio, para já pegarmos o sol da meia-noite e ainda testemunharmos a Aurora Boreal. Voluntário… bem-vindo ao (quase) polo norte!

O tempo de voluntariado em Blanford Lake não é previamente estipulado mas devido ao custo de levar você até o Resort e todo o treinamento dado, é sugerido que você permaneça pelo menos TRÊS SEMANAS. É difícil alguém querer sair antes mas se você sentir necessidade urgente de voltar à civilização ninguém vai prende-lo(a) la. Eles te botarão no primeiro hidro avião de volta à capital, chamada Yellowknife.

O transporte para chegar e sair de Yellowknife (http://www.visityellowknife.com) obviamente é por sua conta.
Minha sugestão é fazer o voo VANCOUVER-YELLOWKNIFE-VANCOUVER direto, que leva pouco mais de 2 horas, pela Air Canada.

A boa noticia é que o voo do Brasil (Rio ou SP) para Vancouver é mais barato do que para Toronto! Se você não tiver
Visto para os EUA, no problem! Tente ir pela COPA AIRLINES ,via Panama, AEROMEXICO (https://world.aeromexico.com/pt/br) ou AVIANCA (via Bogotá ou Lima: https://www.copaair.com/pt/web/br). Há também a AIR CANADA, direto para Toronto e conexão para Vancouver mas pode ser um pouco mais cara e o site da cia. não vende passagens no Brasil. Para ir por ela você pode comprar via buscadores, como o google flights (https://www.google.ca/flights).

Chegamos na fronteira do Círculo Polar Ártico, no Canada. Se você busca destinos diferentes e aventura, este é seu destino ideal de voluntário.  Ao chegar no Blachford resort ( http://www.blachfordlakelodge.com/…/…/files/purecanada_0.pdf) você será recebido por outros voluntários e levado ao seu alojamento ou cabine.

Você escolhe: ou fica no alojamento, exatamente igual um hostel, com outros voluntários ou pode escolher uma “cabin”: uma cabana de madeira com lareira e fogão a lenha. Mas você dorme em um saco de dormir.

Grupo de voluntários

Bem, quem veio para o meio do nada no Polo Norte, eu acho que vai gostar disso. Os casais têm preferencia. Heteros ou gay, é lógico. E se você vem solteiro e vira um casal (risos) também se muda para la.

O lugar é mágico. A força da natureza te envolve em toda sua grandiosidade. Você percebe aqui como somos nada e como nos preocupamos com problemas tão pequenos na vida. Aqui, você compreende sentido da expressão  “somos apenas um grão de areia”.

É uma experiência muito impactante e pode mudar muita coisa dentro da gente.

Os primeiros 2 dias você nāo trabalha: é livre para explorar o lugar… e que lugar! Mas não vá longe no verão! Ou você vai encontrar um dos moradores do lugar: um urso ou um coiote. Mas calma ! É obrigatório você ter preso à cintura um ” bear spray”, ou spray contra urso. E repelente. Sim há muitos mosquitos. No inverno não há ursos nem mosquitos. Mas é frio. Muito frio. Há quem goste. No verão você anda de bermuda e camiseta. Ou sem camisa (o que é uma tortura quando alguns voluntários escolhem esta opção! Rs).



Visita do principe William (UK ) ao Blanford lake resort, onde você pode ser voluntário, no Norte do 🇨🇦

Por Alberto Escosteguy

O dia-a-dia no Canadá e seu custo para o mochileiro (#3)

Norte do Canadá
Após falarmos sobre o voluntariado no resort no NWT (Northwest Territories), norte do Canada, falemos um pouco do porque escolher uma região tão remota.

Yellowknife é a capital do NWT possui 19,234 habitantes e é a maior cidade do território. Veja este ótimo website especializado em acampamento e mochileiros em geral no NWT: http://ibackpackcanada.com/…/p…/north/northwest-territories/ .

O povo se constitui basicamente de ” First Nations, ou seja, povos nativos. Isto faz com que voce seja muito bem recebido, pois são um povo muito acolhedor. Este website descreve os povos indígenas do NWT: https://aboriginalcanada.ca/…/regions/northwest-territories/.

Nesta província há muitas oportunidades de trabalho. InCanada é um pais de política de ” portas abertas” à imigração. Se você disser que quer se estabilizar no NWT, voce terá seu processo muito facilitado, o governo possui um programa de povoação do norte. Alem disso, só pelo fato de morar no norte, você ganha quase 2 mil dólares pelo fato de morar la ( chamado ” Northern Allowance”) Claro que educação secundaria, ingles, línguas nativas e saúde são 100% gratuitas. Veja este artigo no jornal ” Toronto Star” sobre a vida no norte: https://www.google.ca/…/20…/03/20/the_call_of_the_north.html.

O clima: sim, é frio. Tá bom, é MUITO FRIO. Mas é habitável, se não, ninguém moraria lá. Problema: o mês de dezembro é escuro 24 horas. Isso mesmo.  Nāo tem sol. Mas tem a aurora boreal mais forte e mais linda do mundo. Solução: de fim de maio a fim de agosto, não há noite! Isso mesmo! O sol brilha 24 horas. É o chamado “sol da meia noite”. E faz calor! O NWT possui 187 dias no ano com sol por 24 horas e 163 dias sem luz solar (fonte: http://www.arctic.uoguelph.ca/…/featu…/sun_moon/daylight.htm).

Por fim, mesmo para quem nāo quer imigrar, duvido que encontre outro lugar tāo exótico no Canadá !

Clique na imagem abaixo e conheça a região:

Veja o vídeo da aurora boreal: